segunda-feira, 14 de abril de 2008

Clima e Vegetação

as plantinhas e a clima (^w^o)

3 comentários:

Talita disse...

P.S. como a holanda localiza-se na europa ocidental vou postar o clima e a vegetação desta última...

CLIMA E VEGETAÇÃO – EUROPA OCIDENTAL
Domínio do clima temperado oceânico, particularmente nas zonas litorâneas.
O litoral é atingido por massas de ar oceânicas que interferem nas características climáticas. As regiões próximas ao mar apresentam menores variações de temperatura. No verão, como a água demora mais para se aquecer, as temperaturas mantêm-se amenas. Por outro lado, a água também demora mais para perder temperatura que as porções de terra. Por isso, a proximidade com o mar contribui para tornar o inverno menos rigoroso.
Como as massas são úmidas, as chuvas acabam sendo bem distribuídas ao longo de todo ano.
Esse clima está associado a florestas temperadas ou de folhas caducas, cujas árvores perdem suas folhas no inverno. São árvores típicas da região: carvalhos, bétulas, faias, freixos, olmos e plantas frutíferas (maçã, pêra, uva, etc).

iara disse...

FLORA E FAUNA

A flora e fauna da Holanda prevalece como a típica da Europa Continental do Norte, quer dizer, muito variada. Os campos de flores de variadas cores (narcisos, tulipas, jacintos), espalhados entre Haya e Amsterdan, nos argilosos terrenos do Haarlemermeer, além de ser a grande atração turística dos meses de abril e maio, contribuem muito ao crescimento da economia. A cultura de flores de raíz bulbosa foi importada do oriente no século XVI, quando havia poucas terras agrícolas. Desenvolveu-se na zona das antigas dunas pois o terreno caliço e arenoso era bom para estas culturas. Entre os bulbos salientam as tulipas e jacintos, e por outro lado estão as rizomatosas como a dália ou o gladíolo (existem por volta de 300 variedades de tulipas). Outras flores características são as anémonas, begônias, açucenas, fresias e junquillos que crescem em estado selvagem.

Os apaixonados as flores encontrarão na Holanda interessantes rotas. Existem Rotas de Flores bulbosas entre Haarlem e Leiden, ao norte de Hoorn, nos arredores de Den Helder, Anna Paulowna e Breezand. A melhor altitude para estas excursões é abril. Há também rotas de flores na zona de Betuwe, com a cidade de Tiel no centro, e na província de Limburg (maio e abril são os melhores meses). Nas províncias de Utrecht e Gelderland, entre maio e junho, os redodendros apresentam todos as matices de cor-de-rosa e vermelho.

EVENTOS FLORAIS

* Westfriese Flora. Celebra-se em fevereiro e é o maior espetáculo floral coberto do mundo. Ocorre em Bovenkarspel, em Noord-Holland.

* Parada de Flores (agosto). O percurso vai de Rijnsburg até Noordwijk (Zuid-Holland).

* Parada de Dálias. Em setembro celebra-se a parada floral mais antiga da Holanda. Em Zundert (Noord-Holland).

* Bloemencorso Aalsmeer ou paragens Florais (setembro). Começa em Aalsmeer e termina em Amsterdan (Noord-Holland).

* Espetáculo Nacional de Flores. Descorre em novembro, em Aalsmeer (Noord-Holland).

Graças à sua privilegiada situação e ao seu particular clima, Holanda é uma planície muito fértil de pastos, que tem possibilitado o desenvolvimento do gado bovino. Também, a pesca é outro dos recursos mais importantes do país.

Fauna

Respeito à fauna, há grande quantidade de peixes e aves. Os peixes mais característicos são o arenque, a anguila, o eperlano, tainha, robalo, platija e luciopercia, entre outros. As aves mais comuns são a pomba zurita, a gaivota reidora, e o vencejo comum, o pato real, a garça real, a foca comum (a qual anda na vegetação à beira dos canais), a aguja colinegra, o porrón monhudo, a avefría, típica das pradeiras húmidas e dos pastizales, assim como a agachadiza dos pântanos, o escribano palustre e o soromuzo lavanco entre outras. Na costa salientam a gaivota argéntea, o ostrero, o zarapito real, o tarro branco, a avoceta elegante, a alondra comum, o búho chico e o carricerín comum. Entre os roedores salientam o rato cinzento, o campanhol nórdico e a ratazana de campo. Abundam também mamíferos como o morcego, que nas noites quentes percorre o céu. Outros mamíferos são a raposa vermelha, que vive em dunas e pântanos, a cierva e o corzo.

LOCAIS NATURAIS E PARQUES

* Parque Nacional De Hoge Veluwe. É o maior Parque Nacional da Holanda e conta com uma extensão de 5.500 hectares. Trata-se de uma reserva natural de grande beleza, que tem também um famoso museu. O parque era uma propriedade privativa deixada em herança pelo casal Kroller-Müller e gestionada pela fundação "Het Nationale Park De Hoge Veluwe". neste lugar pode-se ver altos bosques de hayas e robles, bosques de pinhos e abedules, separados por espaços livres e terrenos cobertos de matagais, estanques e dunas móveis. O parque está habitado por vários centenas de animais de caça, como cervos, muflones, corços e javalis, alguns deles em total liberdade, embora muitos encontrem-se agrupados em locais fechados, como o Hertenbos, nos quais tem sido construidos mirantes para os visitantes.

* Westbroek Park. Está situado em Haya, sendo um dos roseiral mais conhecidos da Holanda. É uma delícia desfrutar da fragância e beleza deste parque, onde mais de 20.000 rosas florescem de junho a outubro. Junto com as rosas, pode-se também encontrar uma ampla coleção de plantas perenes e arbustos. O desenho do parque assemelha-se ao dos parques inglêses. O parque serve de entorno ao Concurso hípico de Haya.

* Parque Nacional de Schiermonnikoog. Situado na Ilha Schiermonnikoog, tem uma superfície de 4.000 hectares. Tem 16 quilômetross de longitude e 4 de largura. Schiermonnikoog é a menor das ilhas habitadas do mar de Wadden. Pelas suas paisagens selvagens, as suas dunas, os seus bosques, as suas praias, a sua flora e a sua avifauna, a ilha salvo as zonas habitadas, tem sido declarada Parque Nacional. Poderá encontrar aqui a metade das plantas e flores das espécies neerlandesas. Durante todo o ano, está habitada por milhares de pássaros, além das aves migratórias que passam duas vezes por ano e param aqui para descansar e alimentar-se. O outono é a época mais interessante para a observação das aves.

* Parque Natural de Lelystad. É um grande parque fechado e habitado por bisontes, alces, cervos, renos, cavalos, grullas, cigüenhas, etc.

* Parque Nacional De Biesbosch (em Dordrecht). O atual parque é o resultado de uma trabalhosa reconstrução realizada, passados vários séculos, após a catástrofe de 1421 que supôs para esta região de pólderes a desaparecimento de milhares de pessoas, milhares de hectares e dezenas de vilas, tudo por causa da cheia. Atualmente, as superfícies inundadas tem diminuido a 6.000 hectares, que constitui o Parque Nacional. Neste lugar há canais navegáveis, lagoas, marismas, pântanos, pradeiras, bosques e muitos juncais, que constituem o hábitat de uma rica comunidade faunística formada por aves, entre elas faisões, becadas, garças, e também mamíferos aquáticos especialmente nutrias e castores.

* Parque Nacional De Dwingelderveld (em Dwingeloo). Trata-se de um espaço protegido de 3.500 hectares, sendo por isso o segundo maior do país. Os bosques ocupam uma superfície de 2.000 hectares, enquanto que as outras 1.500 hectares estão ocupadas por brezales e pântanos. Toda a zona desfruta de amplas superfícies de bosques e terrenos virgens nos quais são especialmente frequentes: brejos, áreas pântanosas, rios rodeados de fresnos, e lagoas. Este hábitat é um paraíso para a rica fauna que povoa e um espaço interessante para os amantes da natureza. O parque conta com diferentes percursos que podem ser seguidos a pé ou utilizando as bicicletas dispostas para os visitantes.

* Parque Sonsbeek e Parque Zijpendaal (em Amhem). Estes singulares espaços naturais oferecem um acidentado cenário de cascatas, estanques, pradeiras, bosques e algum moinho de água. Diz-se que ambos formam um dos lugares mais belos da Holanda. Pode-se visitar dois castelos do século XVIII, ao passo que no castelo de Zijpendaal exibem-se coleções de mobília e retratos dos séculos XVII ao XX.

* Outros Espaços Naturais. Outros lugares para visitar na Holanda são: o Parque Nacional De Kennemerduinen, a Reserva Natural De Oostvaardersplassen, a Ilha de Texel, a Ilha de Vlieland, a Ilha de Terschelling, a Ilha de Ameland, o Parque Nacional Veluwezoom e o Parque Nacional de Groote Peel.

iara disse...

JARDINS DA HOLANDA

* Keukenhof. Este impressionante jardim de flores de bulbos (o maior do mundo), encontra-se entre Amsterdan e Haya. Só há que dizer que tem uma extensão de 32 hectares onde crescem mais de 6 milhões de tulipas, narcisos, jacintos e outras espécies de flores de bulbos, entre árvores centenárias. O parque conta com diversos pavilhões cobertos onde realizam-se diferentes exibições e mostras florais, assim como, com areas de descanso, entretenimento e restaurantes. Para os menores o parque oferece um divertido parque infantil, além das formosas panoramas que pode-se obter do antigo moinho.

Nestes momentos estão terminando os últimos detalhes da ampliação do parque, com uma área nova que terá uma extensão de 4 hectares. Caracteriza-se por um passeio com mais de 120 robles, uma amostra de flores de bulbo, uma paisagem de dunas, um jardim arqueado, uma doca, um labirinto e uma composição de água de quase 150 metros com fontes. Também abrirá o novo pavilhão multi-funcional com mais de 3.000 metros quadrados composto por uma sala de exibições, um restaurante e espaço para meetings. Tudo isto estará aberto para o fim do verão de 1999, quando começar a exibição de flores de verão "Zomerhof" (a exibição ocupará perto de 25% da superfície total de Keukenhot).

* Jardim de Orchideënhoeve (em Luttelgeest). Exibe muitas espécies de orquídeas selvagens nos seus 20.000 metros quadrados, assim como uma importante coleção de plantas exóticas.

* Kasteeltuinen. Tem por volta de 50 acres de jardim com flores e arbustos, e está situado no terreno do castelo Arcen. Há uma grande coleção de arbustos de ornamento, uma rosaleda e um jardim de azaleas, entre outras coisas de grande interesse. A zona dispõe também de um anfiteatro e uma área de picnic- jogo. No castelo pode-se visitar exibições de flores, plantas e diversas peças de arte.

* Jardins Históricos Marxveld (em Vollenhove). Têm quatro seções separadas, desenhadas segundo o estilo de cada período histórico particular. Há um dedicado à Idade Média, outro ao Renascimento, ao Barroco e outro ao estilo paisagista desenvolvido entre os anos 1760 e 1880.

* Frans Roozen. É o vivero mais importante da Holanda no que diz respeito às flores de bulbo. Está situado em Vogelenzang (Noord-Holland) e nele exibem-se tulipas de tudos os gêneros durante a primavera, enquanto que no verão apresenta 500 variedades de flores. Também passa-se um filme de vídeo sobre a cultura de bulbos.

* Jardins Mien Ruys. Em Dedemsvaart (Overijssel). O seu estilo paisagista é famoso no mundo inteiro e é frequentado por pintores a procura de um exemplo definido da cor de uma flor.

Entre os jardins botânicos salientam:

* Hortus Botanicus Amsterdan, estabelecido no ano de 1682. Dispõe de estufas com plantas tropicais e sub tropicais.

* Hortus Botanicus Leiden. É o mais antigo da Holanda, pois foi construido em 1590. Possui uma delicada coleção de orquídeas, afetos, palmeiras e árvores centenárias. O jardim Clusius apresenta o desenho original do seu fundador no século XVI.